Onde a tradição e a modernidade se encontram

Na Art Inn Barquinha o conforto, a geometria e a cor juntam-se criando um ambiente moderno, criativo e inspirador.

Escolha uma das temáticas dos nossos quartos e desfrute de sensações únicas.
Oferecemos-lhe todas as comodidades que necessita na sua estadia, seja sozinho, em família, ou com amigos.

  • 15 temas diferentes inspirados na arte, onde os motivos geométricos, a cor e a modernidade são uma constante
  • wi-fi gratuito
  • Pequeno-almoço continental e inglês
  • Parque de Escultura Contemporânea
  • Exposições de arte locais
  • Património Arquitetónico

 

Cada quarto é um ambiente único

15 quartos, 15 formas diferentes de interpretar a arte

Ver todos os quartos

Património Arquitetónico

Inserida numa região rica em património arquitetónico, Vila Nova da Barquinha tem no Castelo de Almourol a sua jóia da coroa, sendo que por todo o Concelho essa herança patrimonial é bem visível, de onde salientamos a Igreja Matriz de Tancos, a Igreja Matriz da Atalaia ou a Praça de Touros de Vila Nova da Barquinha, a segunda mais antiga do país. Na região, cidades como Tomar, Abrantes e Torres Novas têm no seu património arquitetónico alguns dos mais importantes e mais visitados monumentos do país.

Gastronomia local

Como concelho ribeirinho, Vila Nova da Barquinha tem no Rio Tejo a sua fonte e inspiração. Da gastronomia típica destacam-se as Caldeiradas, a Sopa de Peixe do Rio, os Barbos, a Fataça, a Açorda de Sável, o Arroz de Lampreia e as Enguias.

Região

Vila Nova da Barquinha está inserida numa região culturalmente rica e diversificada. Desde o património natural, com o Parque Ribeirinho de Vila Nova da Barquinha, o Paul do Boquilobo na Golegã, a Mata Nacional dos Sete Montes e a Albufeira do Castelo do Bode em Tomar e o Parque Verde do Bonito no Entroncamento, ao património arquitetónico, com o exemplo do Castelo de Almourol em V. N. da Barquinha, do Convento de Cristo em Tomar, do Castelo de Torres Novas e do Castelo de Abrantes, passando pela gastronomia e vinhos, com os pratos típicos ligados ao Rio Tejo em V. N. da Barqinha e Golegã, com a doçaria conventual em Tomar e Abrantes e com a produção vinícola em toda a Região.